A PARÓQUIA

  A PARÓQUIA DE SENHORA SANT'ANA

  

      A atual matriz de Senhora Sant'Ana" teve sua construção iniciada no final do século XIX, em 1986, pelo Pe. Inácio Rufino de Moura, continuada pelo padre José Medeiros e somente concluída no paroquiato do Pe. Francisco Silvano de Sousa (1909-1915).

     Na construção da bela matriz foram empregadas cerca de 1.150.000 lajes do tipo calcário laminado. Não se sabe exatamente a data que foi concluída em definitivo a construção da igreja, mas em 1911 houve a benção dos sinos, que foram comprados através de cotas, numa  iniciativa do Pe. Inácio Rufino de Moura, nesta ocasião os mesmos foram assim batizados: Pio (o das horas), em homenagem ao Papa Pio X; Felipe (o grande, dos dobrados), em homenagem ao rei de Portugal; Francisco (o pequeno dos quartos), em homenagem ao vigário da época.

      A freguesia de Santana do Cariri foi criada em definitivo e independente da do Assaré, pela portaria de 30 de janeiro de 1917 e inaugurada no dia 04 de fevereiro, tendo como primeiro vigário nesta nova fase, o Pe. Manuel Duarte de Queiroz.

     A paróquia é a maior obra arquitetônica desta cidade, em estilo Neoclássico com feições do tipo Barroco Rococó; na majestosa torre da Matriz o tocar dos sinos   marcam o compasso do cotidiano dos paroquianos.  

     Nossa padroeira é uma referência toponímica à Santana - Sant'Ana", O calendário litúrgico da Igreja Católica comemora em 26 de Julho a memória de Sant'Ana" e São Joaquim  que são os pais de Maria e avó de Jesus Cristo. Todos os anos no mês de Julho a Fé e o reencontro de amigos e devotos marcam a solene festa da excelsa padroeira Sant'Ana". 

 


         Figura: Imagem de Senhora Sant'Ana", trazida da Europa pelo Cel. Felinto Cruz com um metro e meio de altura.

 

Pau da Bandeira.

     A festa do Pau da bandeira é o marco dos festejos à padroeira, é algo tradicional, que ano após ano, transforma-se em um momento fervoroso de muita devoção, é uma festa sacro – profana, que mistura muita oração, penitência, religiosidade e diversão.

     A abertura da festa se  concretiza no momento em que o mastro é conduzido até o patamar da igreja, erguido e solenemente hasteada a bandeira da padroeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário